Trabalho com eustress

Por Vicente Gomes

No mundo corporativo, a palavra eustress designa o stress do bem, que motiva o indivíduo a continuar trabalhando até atingir sua meta, sentindo-se agradavelmente desafiado e produtivo. O eustress não é definido pelo fator estressante, e sim pela forma como cada um percebe esse fator, encarando-o como um desafio positivo em vez de como uma ameaça negativa. Estudos indicam que há uma grande correlação entre o eustress e o bem-estar e satisfação com a vida.

Organizações vivas, com times comprometidos e satisfeitos, pulsando com energia produtiva, como os exemplos que vimos detalhando até aqui, podem remeter à falsa ideia de que só ambientes muito criativos, ou estruturados de forma muito heterodoxa, se prestariam a essa desejável combinação de qualidades. Também pode parecer que são ambientes onde o stress não tem vez! No entanto, observamos que mesmo empresas altamente tradicionais em seus processos conseguem resultados semelhantes e que o stress na medida certa é um ingrediente fundamental para a felicidade das pessoas e a evolução das organizações.

Vicente Gomes é sócio e consultor da Corall