Tendências de liderança para 2020

Tendências de liderança para 2020

O que significa ser um bom líder? No mercado de trabalho existem muitas qualidades que demonstram um comando eficaz. Por isso, neste artigo, separamos algumas tendências de liderança para você ficar ligado em 2020.

Tradicionalmente, liderança é vista de cima para baixo. Ou seja, tem o objetivo de dizer às pessoas o que fazer, de uma maneira convincente. O termo, portanto, ainda é muito relacionado à orientação, mesmo que de forma não colaborativa. 

Em uma visão mais defasada do setor empresarial, as opiniões de funcionários de níveis hierárquicos mais baixos não são tão relevantes para a tomada de decisões. Afinal, esse era um papel exclusivo dos líderes de conselhos e comitês executivos, por exemplo. 

Enfim, liderança, até pouco tempo, se resumia a poder reservado a um pequeno número de pessoas. 

Por outro lado, essa visão de liderança precisou evoluir uma vez que o sentimento dos colaboradores sobre ela não é positiva. Veja a seguir o novo conceito utilizado para conduzir as pessoas dentro de uma empresa para, finalmente, entender quais as tendências para o ano que está por vir. 

Liderança no século XXI

Construir líderes expondo-os regularmente ao seu brilhantismo garante uma falta de desenvolvimento. Isso porque as pessoas estão cada vez mais procurando e necessitando de liderança que demonstre habilidades pessoais.

Dessa forma, mesmo sendo importante, não se trata sobre escrever o melhor plano de negócios, ter talento para números, ser excelente em gerenciamento de projetos ou bom em delegar tarefas. É sobre entender o comportamento humano no local de trabalho.

As tendências que você verá adiante identificam um padrão que aponta para esse desejo de aumentar as habilidades sociais da liderança.

Liderança para servir

Para que alguém tenha bons prestadores de serviço, é preciso servir primeiro. O novo conceito de líder diz que, muito mais que delegar tarefas, ele está lá para ajudar e orientar. Ou seja, servir seus subordinados. 

Essa é uma ideia bastante altruísta que vem ganhando espaço em corporações de todos os tamanhos. Entretanto não pense que essa é uma tarefa fácil. Servir seus funcionários significa investir e realmente se importar com eles. 

Liderança para empoderar

Grandes coisas acontecem quando um líder aprende a confiar em pessoas ao seu redor para tomar decisões. No local de trabalho, significa mostrar aos outros da sua equipe que você confia no julgamento deles. Às vezes até mostrar que sabe que eles têm mais experiência do que você e que você está confortável com isso. 

Dê às pessoas a oportunidade de tomar decisões e mostre que você acredita que estão tomando as decisões certas. Isso tornará o ambiente mais colaborativo, pois reduzirá aquela antiga necessidade de buscar aprovação da liderança. Além disso, todos se sentirão úteis, visto que a responsabilidade do líder é transferida para toda a equipe.

Liderança com o coração

Liderar com o coração é, nos momentos certos, trazer mais empatia para o ambiente de trabalho. Em vez de olhar as pessoas através das lentes dos negócios, você as vê como seres humanos. 

Compreendê-los e ver a si mesmos ajuda você como líder a entender suas necessidades e desejos. À medida que você desenvolve ou lidera com mais empatia, seu pessoal fica mais motivado a confiar e segui-lo. 

Resumidamente, hoje, a experiência dos seus funcionários é a chave para uma equipe satisfeita e produtiva. Dessa forma, priorizar as relações humanas no cotidiano de líder é fundamental. 

5 Habilidades que todo líder deve desenvolver para 2020

Lembre-se de que todos podem assumir um papel de liderança independentemente do nível hierárquico. Portanto essas habilidades não se aplicam apenas a CEOs, gerentes e executivos. 

Como gerente, você é um líder. Mas mesmo em uma posição não gerencial, você tem a oportunidade de ser um. Se você deseja se tornar um líder como este, aqui estão as cinco principais habilidades leves que você deve começar a praticar imediatamente.

Escuta

Embora possa parecer óbvio, aprender a ouvir genuinamente seus subordinados diretos quando eles estão falando é uma habilidade essencial. Tire um tempo para ouvir o que eles têm a dizer sem querer responder imediatamente ou aconselhá-los. 

Isso também é conhecido como escuta ativa. Aprenda a olhar além das palavras e procure outras dicas, como a linguagem corporal. Também use o contato visual para se envolver totalmente na conversa.

Autocompaixão

É difícil ser líder, mesmo para pessoas naturalmente mais habilitadas. Isso significa que é importante admitir que você nem sempre tem a resposta e se sentir confortável com o desconhecido. Pratique a auto-compaixão e esteja preparado para receber feedback.

Isso dá apoio para a mentalidade de crescimento que você precisa. A autocompaixão também ajudará com seus subordinados, à medida que você os ajuda a sentir-se à vontade com o feedback para apoiar seu desenvolvimento profissional.

Empatia

Pode parecer uma habilidade básica, mas não é algo que todos tenham naturalmente. Pode ser praticado ou cultivado, o que será útil quando associado a habilidades como a escuta ativa. 

A empatia permite que você se coloque no lugar de outra pessoa e entenda o que ela está passando. Por exemplo, se seu relatório diz que alguém está se sentindo sobrecarregado com o trabalho, além de avaliar sua carga de trabalho, também pode entender as dificuldades que o acompanham.

Vulnerabilidade

Demonstrar vulnerabilidade é difícil para todos, mas também é a melhor maneira de construir relacionamentos fortes. Como líder, se você puder ser vulnerável e se abrir primeiro com os outros, eles se sentirão mais inclinados a se abrir para você, o que cria um forte senso de confiança. 

Você não precisa expor todos os seus sentimentos e medos mais profundos sobre a mesa. Por outro lado, pode expressar abertamente sua preocupação com um projeto à sua equipe. 

Isso serve a vários propósitos. Primeiro, você não tenta esconder sua preocupação deles. Segundo, você os habilita para ajudá-lo a encontrar uma solução. Terceiro, você está mostrando que não tem todas as respostas.

Honestidade

A honestidade está intimamente ligada a todos os itens acima. Por ser vulnerável, você é honesto porque compartilha seus verdadeiros sentimentos com as pessoas.

A honestidade também ajuda a construir confiança com os outros e dá a eles a confiança para serem honestos com você também. Isso deve permitir que você tenha conversas mais poderosas, por exemplo, durante reuniões individuais.

Agora que você sabe quais habilidades precisa praticar, saberá se está melhorando, solicitando feedback regularmente. Para quem possui uma plataforma de gerenciamento de desempenho, pode usá-la para enviar uma solicitação de feedback à sua equipe e colegas.

Certifique-se de receber regularmente informações de seus subordinados, de seus colegas e de seus superiores, para poder identificar pontos fortes e fracos. Como qualquer outra pessoa, é importante que você defina um caminho para a progressão.

Procure conselhos de outras pessoas que o fizeram antes de você. Pense nos bons gerentes que você já teve no passado ou recorra às pessoas da sua organização que você considera líderes eficazes. Você pode pedir que eles o orientem, ou pode configurar um processo menos formal para entrar em contato sempre que tiver dúvidas.

Fontes:

https://theuncommonleague.com/blog/2020-leadership-trends

https://feature.obforum.com/top-5-leadership-trends/

https://blogrh.com.br/12-tendencias-de-rh-para-2020/

https://www.tecnicon.com.br/blog/443-8_tendencias_do_novo_RH_para_ficar_de_olho_em_2020

 

 

Agora, vá e pratique suas habilidades de liderança.