Inovação

Reinventando a educação para as novas organizações

Reinventando a educação para as novas organizações Por Erica Isomura, sócia-consultora Corall. Acredito que boas histórias precisam ser compartilhadas e a história que compartilharei hoje é a do Centro Universitário Celso Lisboa que conheci há um ano e fui completamente envolvida pelo propósito de Reinventar a Educação Universitária no Brasil. A REINVENÇÃO DA EDUCAÇÃO UNIVERSITÁRIA Após 46 anos de história a Celso Lisboa se percebeu como uma tradicional commodity de ensino universitário e resolveu se reinventar, transformando-se em uma startup de aprendizagem, saindo do modelo linear de conteúdo programático para o desenvolvimento de competências necessárias para o mercado de trabalho…

Transformação de dentro para fora

Transformação de dentro para fora Por Vicente Gomes, sócio-consultor Corall Acabei de sair de um encontro promovido pela Digital House, uma escola de programação que está ajudando o ecossistema de digitalização de negócios a crescer. O tema foi Corporate Innovation e empresas como Telefonica, P&G e Ambev foram compartilhar suas experiências em como estão agindo no novo cenário de disrupção digital e de negócios. O resumo da ópera foi que duas delas já criaram times fora da organização principal para identificar, nutrir e desenvolver startups que conversem com seus negócios em vários níveis, tanto com soluções de melhoria de processos internos…

E depois do mindfulness, qual o próximo passo?

Cresce fortemente o uso de técnicas para melhorar a capacidade de foco e coerência psicofisiológica no mundo. Nossa capacidade atual de entendimento dos intricados mecanismos de funcionamento da mente-corpo tem proporcionado oportunidades de inovação e criação de mercados latentes e até então não explorados. E o resultado de tudo isso são pessoas com melhor capacidade de gestão de estresse, maior centramento e disponibilidade e mais produtividade e inovação nas empresas. Um recente estudo publicado em 2017 pela Marketdata Enterprises, intitulado The U.S. Meditation Market, estima que o mercado americano de US$ 1,2 bilhões em 2017 crescerá a uma taxa anual…

Não seja refém dos seus talentos

Este título te deixa confuso? Pois é, normalmente pensamos nos nossos talentos apenas como forças, não é mesmo? Claro que nossos talentos são forças, isto ninguém tem dúvida, pois é através deles que expressamos o que temos de melhor e somos reconhecidos por isto! E nesta mesma descrição, secretamente reside o outro lado da moeda… Vamos pensar em um talento para entender como este efeito “refém” acontece. Imagine uma pessoa que é reconhecida como a mais divertida de um grupo. Parece ótimo, não é mesmo? Você será o primeiro a ser convidado para as festas e todos querem ter conversas…

Estrutura Organizacional Colaborativa

Etapas que poderão contribuir na evolução da estrutura organizacional Muitas organizações iniciaram grandes mudanças estruturais em suas organizações com a intenção de se adaptar às necessidades do mundo altamente volátil e incerto, justamente por estas duas naturezas, sabemos que receitas prontas com resultados previsíveis são ilusórios =) Um novo aprendizado está emergindo, sintetizei em três etapas alguns deles para te ajudar nesta jornada rumo a liberação da potência criativa, inovadora e humana das organizações: Etapa de Preparação Identificação da Rede de Influenciadores Positivos Aqueles que serão acessados pela rede de colaboradores quando tiverem problemas, não são identificados somente pelo cargo,…

5 anos, 12 aprendizados

5 anos, 12 aprendizados Confira a perspectiva de cada um dos 12 sócios sobre os aprendizados com nossos clientes ao longo desses 5 anos de vida da Corall Consultoria. No mês de aniversário de 5 anos da Corall, pedimos aos 12 sócios que trouxessem um insight sobre o que temos aprendido trabalhando com nossos clientes ao longo tempo. O resultado é um apanhado de perspectivas poderosas que convidam a refletir e a inovar a ótica sobre o trabalho e o processo contínuo de liberar a potência das pessoas e das organizações. Confira a perspectiva de cada um! Navegando em mares…

Quer construir um time efetivo? Invista na vulnerabilidade

Quer construir um time efetivo? Invista na vulnerabilidade A palavra vulnerabilidade pode nos remeter a uma ideia de fraqueza, algo que deve ser evitado. Este artigo trata de um outro conceito de vulnerabilidade: o de ter a coragem de se expor, de revelar suas debilidades, o que você não sabe, sentimentos profundos, sem ter a certeza de como serão as reações de seus interlocutores. Se o título deste artigo relacionasse efetividade de times a confiança entre seus membros provavelmente não causaria estranheza. Mas vulnerabilidade? Pois bem, a vulnerabilidade precede a confiança. É uma condição para que a confiança se estabeleça.…

Cultura Organizacional Colaborativa

Um olhar através das mudanças que estão acontecendo nas organizações após 5 anos dedicados a estudar e implementar modelos de gestão mais flexíveis em um mundo conectado e horizontal. O mundo está conectado e as Redes Sociais nos dão clareza deste fenômeno, temos a grande oportunidade de vivenciarmos este momento na história, que na minha visão é um privilégio. Os aplicativos estão cada vez mais fáceis de serem usados, com pouco conhecimento em tecnologia, através do celular, podemos comprar roupas, remédios, passagens aéreas, fazer transferências bancárias, absolutamente tudo na palma da mão. O curioso é que algumas organizações parecem desconectadas…

Precisamos aceitar o complexo pra evitar o complicado

Quando processos de transformação tornam-se complicados impedem o fluxo ao invés de liberá-lo. Reaprender a fluir não é trivial, mas é essencial. A confusão entre o complexo e o complicado é uma das maiores dificuldades que organizações encontram para se alinharem a novos modelos de operar, mais modernos, ágeis e alinhados com a nova economia. Esta dificuldade no entendimento do complexo, por sua vez, é fruto direto de um legado mecanicista nos modelos de educação e de gestão. E inevitavelmente, na maneira como fomos ensinados a gerenciar. Por mais complicados que sejam, modelos mecânicos evitam a complexidade, porque operar no…