Como inovar em contextos desafiadores

Como inovar em contextos desafiadores Recentemente os sócios-consultores Mauricio Goldstein e José Luiz Weiss participaram de uma live da FIA – Fundação Instituto de Administração com o tema “Como inovar

Share
“Mesmo com a crise, dá para crescer.” | Entrevista com Andrea Seibel — CEO da Leo Madeiras

“Mesmo com a crise, dá para crescer.” | Entrevista com Andrea Seibel — CEO da Leo Madeiras Desde a infância, as responsabilidades de Andrea Seibel eram grandes. Nascida em uma família empreendedora, observou

Share
Você gosta de jogar?

Você gosta de jogar? Presentes desde a Antiguidade, os jogos revelam aspectos culturais, sociais e econômicos da nossa sociedade. Segundo o dicionário, jogo é toda e qualquer atividade em que exista

Share
Eu não sei

Eu não sei Quantas vezes por dia você recebe uma pergunta, pedem sua opinião ou você entra espontaneamente num debate? E quantas vezes você responde com sua perspectiva, preferência ou opinião?

Share
Cyborg

Cyborg “Steve Austin. Astronauta. Um homem semimorto. Senhores, nós podemos reconstruí-lo. Temos a capacidade técnica para fazer o primeiro homem biônico do mundo. Steve Austin será este homem. Muito melhor

Share
Transformando cavalos em unicórnios

Transformando cavalos em unicórnios “Gerenciamos a Apple como uma startup. Nós sempre permitimos que as ideias vençam as discussões, e não as hierarquias. Caso contrário, os melhores colaboradores vão sair.

Share
Em que capitalismo você quer viver?

Em que capitalismo você quer viver? capitalismo trimestral é uma roda vida e pressão todos os dias. Em contrapartida, surgiu há alguns anos o conceito de capitalismo consciente.     Na

Share
Liberando a potência para inovação

Liberando a potência para inovação     Hoje, sabemos que a inovação se tornou o principal caminho para as empresas crescerem e terem sucesso nos seus mercados, além de ser a

Share
Pequenos gigantes: uma escolha consciente

Pequenos gigantes: uma escolha consciente Há algumas semanas, li um artigo cujo título era “No Clandestino, Bel Coelho desconstrói o restaurante tradicional, abre só uma semana por mês — e vive bem”.

Share