E agora, o que fazer depois de sua visita reveladora ao Silicon Valley?

É cada vez mais comum nas conversas com nossos clientes encontrar pessoas que estiveram recentemente no Vale do Silício e que voltaram movidas e inspiradas.

É cada vez mais comum nas conversas com nossos clientes encontrar pessoas que estiveram recentemente no Vale do Silício e que voltaram movidas e inspiradas pelas possibilidades que as novas tecnologias estão trazendo para mudar o mundo. Nós mesmos da Corall Consultoria estamos abrindo um escritório em São Francisco, na Califórnia, para manter o fluxo de ideias, co-inspirações e abordagens de liberação da potência das organizações que querem aproveitar as oportunidades geradas nesta época de hiper mudanças.

As pessoas estão descobrindo que o que antes era ficção científica agora é realidade. As novas tecnologias estão tendo um efeito catalisador na transformação da forma de trabalho e na criação de novos modelos de negócios. Tomemos como exemplo o fomento à aceleração de novas empresas, feitas tipicamente por fundos de Venture Capital: entre o primeiro trimestre de 2016 e o primeiro trimestre de 2017 a utilização de criptomoedas baseadas na tecnologia de Blockchain saltou de 3,4% do volume total de US$ 179 milhões para 36,8% dos US$ 189 milhões, ou seja, um crescimento de 10X em um ano!

Retornando ao Brasil esses executivos se deparam adicionalmente com um cenário de mudanças inesperadas, de muita volatilidade e ambiguidade na esfera político-econômica, e todo aquele encantamento se depara com um desafio gigante: como capacitar suas empresas para estarem constantemente em um estado de prontidão para o futuro disruptivo?

Temos ajudado nossos clientes a transformar esse desafio em força propulsora para se reinventar e, ao mesmo tempo, aproveitar as oportunidades emergentes e ajudar a construir um mundo mais próspero e bom para todos. Para isso temos trabalhado em três principais vetores: inovar modelos de negócios e ofertas baseadas nas oportunidades emergentes, criar uma organização potente, colaborativa e voltada para o cliente e agilizar os fluxos de trabalho e informação.

Por exemplo, ajudamos um de nossos clientes a crescer 17% em vendas e 110% em lucro líquido nos últimos dois anos, criando uma empresa “vibrante, alinhada e feliz, onde a liderança está mais empoderada e responsável” como diz sua CEO. Neste período trabalhamos e evoluímos propósito, ambição e valores em ação, criamos modelos de negócios inovadores, revisitamos o sistema operacional e a governança, redesenhamos alguns processos críticos de negócios e alinhamos os modelos de desempenho e remuneração, tudo em conjunto com a liderança da empresa, num processo de desenvolvimento e liberação de suas potencialidades como indivíduos e time.

Algumas empresas estão crescendo em meio à crise e estão se reinventando para isso. Essa nova forma de conceber e liderar seus negócios passa por liberar o melhor das pessoas e criar um ambiente pulsante e empreendedor, desenhado para inovar e resolver rapidamente os problemas cada vez mais complexos destes novos tempos. E você, o que está fazendo para se reinventar? Adoraríamos ouvir e compartilhar suas experiências!

Artigo originalmente postado no blog Gestão Fora da Caixa da Exame.com

Posso ajudar?