Jogos Políticos nas Empresas

Desde que as pessoas trabalham em conjunto, elas participam em jogos políticos organizacionais. Motivados por ganhos de curto-prazo — promoções, recursos para um projeto, aumentos de orçamento, status com o chefe — as pessoas desperdiçam seu tempo e sua energia. Hoje, quando muitas organizações estão lutando por sua sobrevivência e por recursos escassos, há um aumento no stress e na ansiedade e os colaboradores participam mais intensamente de jogos políticos do que no passado. Em Jogos Políticos nas Empresas, os autores argumentam que os jogos políticos — estes comportamentos manipulativos que distraem os colaboradores de atingirem sua missão e seus objetivos — são tanto conscientes quanto inconscientes. Eles podem e devem ser efetivamente minimizados. Neste livro, os autores oferecem ferramentas para diagnosticar os jogos mais comuns jogados pelas pessoas e descrevem um processo de três passos para efetivamente lidar com eles. Repleto de casos reais e exemplos, este é um livro para gerentes e profissionais que gostariam de substituir jogos políticos por conversas mais diretas e alavancar produtividade, comprometimento, inovação e — em consequência — o resultado.