Como estamos fazendo o que estamos fazendo?” Essa foi uma das perguntas que permeou o diálogo entre Humberto Maturana e Ximena Davila,